Hábitos alimentares que auxiliam no bem-estar e qualidade de vida

habitos-alimentares-que-auxiliam-no-bem-estar-e-qualidade-de-vida

Hábitos alimentares saudáveis são essenciais para a vida humana. Por isso, é muito importante que, tanto os pais quanto as escolas ensinem as crianças a seguirem uma alimentação regrada.

No entanto, devido às inúmeras tarefas do dia a dia, muitas pessoas deixam a alimentação balanceada de lado, o que impacta diretamente quanto ao bem-estar.

Neste sentido, separamos alguns tópicos sobre hábitos alimentares que podem melhorar a saúde e bem-estar. Acompanhe:

Qual a importância de ter uma alimentação regulada?

Todas as pessoas necessitam de vitaminas e minerais diariamente para conseguirem manter o organismo em perfeito funcionamento. Mas é muito importante compreender que, para que isso ocorra, é necessário manter uma boa alimentação.

Com a rotina corrida, muitas pessoas optam pelo consumo de alimentos industrializados, como os fast foods, por serem rápidos e práticos. No entanto, esses alimentos possuem altos níveis de conservantes e corantes e acabam sendo prejudiciais para todo o organismo.

Quando uma pessoa não se alimenta direito, sua energia e disposição ficam limitadas, contribuindo para o cansaço excessivo durante o dia, mau humor e menos disposição para realizar tarefas.

Deste modo, alimentos naturais e saudáveis são essenciais para o sistema imunológico como um todo, conseguindo garantir bem-estar e longevidade.

O corpo demonstra a necessidade de vitaminas?

Sim, é importante estar atento aos sinais que o corpo pode transmitir. Pode ser por uma gripe, indisposição, cansaço e até pela falta de apetite. Todos esses sintomas demonstram a necessidade de vitaminas existentes no organismo.

Devido à alimentação inadequada, a pele do rosto pode se tornar mais oleosa, além das olheiras se tornarem mais aparentes.

As unhas ficam mais secas e quebradiças,  interferindo também no crescimento do cabelo que pode se tornar mais opaco.

A boca pode ter um maior nível de halitose, além de se tornar mais seca, ressecada e esbranquiçada. Em alguns casos, podem resultar em rachaduras nos lábios.

Os dentes ficam mais fracos, mais secos e mais porosos pelo menor nível de saliva que está sendo produzido.

Justamente por isso é importante estar conveniado a uma rede de convênios odontológicos para que, durante as consultas, a sua alimentação também possa ser avaliada.

O profissional responsável por fazer uma lista de alimentos para sua saúde física é o nutricionista, mas em alguns casos a má alimentação impacta diretamente na saúde bucal, onde um cirurgião dentista também pode reconhecê-las.

A melhor orientação diante desses casos é que o dentista vinculado ao seu convênio dentário, trabalhe de modo alinhado ao nutricionista, um complementando o trabalho do outro.

Quais os principais hábitos alimentares que devo ter?

Dietas adequadas e balanceadas são ricas em nutrientes e vitaminas A, C e E, que conseguem aumentar os níveis de produtividade e bem-estar.

Aposte em alimentos como cenoura, brócolis e maçã. Outro ponto essencial para uma alimentação regrada é consumir alimentos de 3 em 3 horas.

É importante frisar que qualquer dieta alimentar deve ser constituída pela substituição de alimentos industrializados pelos mais naturais, sempre com o acompanhamento nutricional. E não necessariamente pela diminuição de frequência ao se alimentar.

Ao acordar, opte por comer uma fruta e tome bastante água. Desta forma, você aumenta o funcionamento do organismo durante o resto do dia.

Já no período do almoço, não esqueça de adicionar arroz, feijão, legumes e verduras em sua dieta. Uma salada simples de alface e tomate já auxilia na digestão dos alimentos, além de limpar as vias sanguíneas, diminuindo os níveis de colesterol.

Se você sentir fome durante o dia, não se sinta culpado ao realizar um lanchinho. Mas ao invés de salgadinhos e doces, opte por comer uma fruta, como a maçã ou banana.

Por fim, ao jantar, não se esqueça de realizar uma alimentação mais leve. Fuja de massas ou frituras, pois alimentos pesados e repletos de carboidratos podem impactar diretamente na saúde do sono.

A saúde bucal é impactada diretamente pela alimentação?

Sim, além dos dentes, toda estrutura bucal como bochechas, saliva e língua podem ser atingidos por uma má alimentação.

A saúde bucal também é diretamente ligada ao bem-estar e qualidade de vida, pois:

  • Quando não se tem um sorriso agradável, evita-se sorrir, impactando diretamente na autoestima e na confiança de uma pessoa.
  • Dificulta a alimentação, tornando mais difícil construir bons hábitos alimentares.

Assim que sentir algum problema na sua estrutura bucal ao realizar uma nova dieta, o paciente não pode demorar a procurar o plano odontológico para solucionar esses problemas.

Construir uma boa alimentação aumenta o nível de confiança, influenciando a autoridade no  ambiente de trabalho.

Não se esqueça de contar com ajuda de bons profissionais que irão te ajudar neste processo. O apoio nutricional e consultas periódicas ao dentista vinculado ao seu convênio dental pode ser imprescindível para manter o bom funcionamento de todo o organismo.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Ideal Odonto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *